domingo, 16 de setembro de 2012

SEMPRE LONTANO - Nina Zilli



Por Doris

Durante muito tempo eu procurei uma boa banda ou cantor italiano. E foi sem querer que descobri Nina Zilli no rádio (e, como sempre, via Soundhound). Quem me conhece sabe que eu adoro o Eros, mas eu e Ernesto não chegamos em um acordo de álbum dele para publicar aqui no blog. Pois bem, no meu rotineiro trajeto de volta pra casa lá estava Nina Zilli no rádio com seu hit Baccio d' a(d)Dio. E, para minha surpresa, ao ouvir o cd todo descobri que todas as músicas são boas. Bingo!

Sempre Lontano é um daqueles álbuns que toma conta do ambiente. Dá vontade de aprender todas as letras pra cantar junto, é contagiante. E, caso você esteja aprendendo italiano, é ótimo para praticar seu aprendizado, ela soletra muito bem todas as palavras da música.
 

Um paralelo: Uma das minhas recordações de infância é a minha mãe ouvindo Datemi un Martello da Rita Pavone na cozinha. Quando ouvi a Nina Zilli pela primeira vez me lembrei dela. As músicas da Nina são bastante animadas e tem um toque mais contemporâneo. Se você animou com Datemi um Martello, prepare-se para voltar ao salão de baile com Nina Zilli.

Sobre as faixas:

50mila: tem a participação de outro cantor italiano. Perché questo dolore, è amore per te! Eu e Ernesto até cantamos juntos algumas partes.
Il Paradiso: Sensação de caminhada em uma manhã de sol. L´amore non basta mai!
L'Uomo che amava le donne: Adoro cantar junto com ela Solamente tuuuuu
L'Inferno: bailinho antigo.
Penelope: agora você vai pra praia. Estilo reggae, em italiano. Aposto que você nunca viu isso antes. Uiê!
L'amore verrà: Sim, você já ouviu essa música, não é impressão. É a versão italiana da música You Can't Hurry Love
Baccio d' a(d)Dio: baladinha, mais calma. Boa demais!
C'era una volta: essa também é do bailinho. Ela começa um pouco esquisita, mas é ótima! Faça o backing vocal com ela: Non c'è più
Come il sole: Carregado de dramas e emoções. Balançando o pezinho com a música.
Tutto Bene: Pra dançar na pista (do bailinho, claro)
Bellissimo: última música, estilo mais triste. Só sinta a emoção.

Por Ernesto

Itália! Ah, a Itália...

Uma grande família, o almoço de domingo, as discussões à mesa, os programas de auditório. E Nina Zilli! Da pra imaginá-la no programa do Zaccaro cantando seus sucessos em playback e a plateia acompanhando nas palmas. Nada mais italiano!

Desde nosso tour por lá esperamos um álbum da terra da bota pra comentar. Tentamos com o clássico Eros,  a velha Rita Pavone e o novato Tiziano Ferro. Já estava duro de ouvir. Que eles não nos ouçam (ou leiam) mas música não parece ser o forte deles.

Mesmo assim não desistimos e descobrimos ela: Nina Zilli! Sempre Lontano é um álbum divertido e vale a experiência de ouvir. As letras em italiano soam familiares. Algumas partes dá até pra cantar junto. E as melodias são animadas. Tem o pop, o reggae, a romântica, a regravação. Até em inglês. Um disco pra toda a família. A grande família italiana.

Do disco valem ser destacadas 50mila e C'era una volta, típicas do programa de auditório, com dançarinas atrás. L'amore verrà, que eu já tinha ouvido com o Phill Collins mas descobri que é mais velha ainda. E, é claro, o reggae italiano Penelope. Jah, ma che!

Aperte o play e viaje pra lá!

8 comentários:

  1. Diria que meus sentimentos não estão claros sobre Nina e seu album.
    Acho que eu não gostei. Me soou como música de final de festa. Enfim, destoou bastante dos anteriores.
    Mas não parem os posts!
    Continuo gostando de vcs!
    Um beijo no coração!
    Muah

    ResponderExcluir
  2. Quero mais como esta... bjs, Cack.

    ResponderExcluir
  3. Acho que é meio estranho mesmo ouvir músicas em italiano que não seja Laura Pausini, Pavarotti ou o Renato Russo. Precisei de 3 músicas para começar a curtir, mas no final estava querendo comprar o cd! Gostei da voz da Nina, achei forte. e o Estilo???? Brega Romântico, a qualidade do som e a voz da cantora tornam a música contagiante mesmo! Muito Bom!!
    Beijos
    Joyce

    ResponderExcluir
  4. Estou achando que deverei ouvir de novo... vai que é daqueles que vc começa a gostar depois de acostumar com o ritmo.

    ResponderExcluir
  5. Marianne, fim de festa não! hahaha. Pelo jeito só você não gostou! Essa sensação que você teve eu tive quando ouvi um cd da Martnalia a primeira vez. Achei estranho... ouvi de novo e de novo e viciei por um tempo... talvez você precise ouvir mais vezes!

    Mas da Nina eu gostei de primeira!
    Beijos para todos!
    Doris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Doris!
      Ouvi de novo e acho que Nina não é para mim :(

      Excluir
  6. Boris e Ernesto!
    Voltem queremos vcs por aqui!

    Bjsss Marocas

    ResponderExcluir